Licenciamento

O software SQL Server é disponibilizado por versão, idioma e edição. As versões são identificadas pelo ano de lançamento, como 2019, 2017, 2016 etc. Para cada versão as edições podem variar, mas geralmente existem as edições Enterprise, Standard, Developer e Express, além de algumas adicionais que variam de acordo com a versão.

A edição Enterprise é a mais completa, vindo a seguir a edição Standard, que contém menos recursos e possui limitações de processadores e memória. Para utilizar as edições Enterprise e Standard é necessário adquirir licença. Há também a edição Express, que é gratuita mas possui muitas limitações; indicada somente para bancos de dados com pouco movimento. Para desenvolvedores existe a edição Developer, que é gratuita e possui os mesmos recursos que a edição Enterprise. Para fins de testes é possível utilizar a edição Enterprise por 180 dias, de forma gratuita.

Tratar de licenciamento do software SQL Server é como caminhar por um campo minado, pois vários fatores estão envolvidos que inclusive variam de acordo com a versão do SQL Server e da edição a ser adquirida. O objetivo desta página é fornecer informações iniciais para quem esteja avaliando a aquisição de licença. De qualquer forma contacte o vendedor, explique as necessidades e solicite então informações oficiais, por escrito, antes de adquirir o produto com a licença.

Licenciamento por versão

Neste item constam informações sobre as edições 2019 a 2016, que são as que estão no período de manutenção básica.

2019

2017

2016

Licenciamento edições Developer e Express

Developer

A edição Developer é uma distribuição completa do software SQL Server, com as mesmas características (funcionalidades e capacidades) da edição Enterprise. Entretanto, a edição Developer somente pode ser utilizada para fins de desenvolvimento ou em ambientes de homologação (testes), não podendo ser utilizada em ambiente de produção.

Conforme consta na documentação sobre licenciamento anteriormente mencionada, eis alguns cenários que definem um ambiente de produção:

  • ambientes que se ligam a uma base de dados de produção;
  • ambientes que apoiam a recuperação de catástrofes ou o apoio a um ambiente de produção;
  • ambientes que são utilizados ocasionalmente para produção.

Leia com atenção os detalhes sobre a edição Developer na documentação da versão escolhida.

Express

A edição Express é uma edição bem limitada em termos de características (funcionalidades e capacidades) . Ela está limitada a somente 1 processador (o limite de núcleos varia de acordo com a versão) e cerca de 1,4 GiB de memória, por instância. Além disso, cada banco de dados pode ter no máximo 10 GiB de tamanho.

Pode ser utilizada tanto para desenvolvimento quanto para produção. Pode também ser redistribuída junto com a aplicação, conforme descrito no documento Termos de licença para redistribuição e hospedagem do Microsoft SQL Server Express.

Leia com atenção os detalhes sobre a edição Express na documentação da versão escolhida.

Licenciamento Reporting Services (SSRS)

A partir da versão 2017 do SQL Server o Reporting Services deixou de fazer parte do pacote de instalação do SQL Server, tendo download e instalador à parte. Com relação ao licenciamento, é necessário obter a chave do produto (product key) no instalador do SQL Server, conforme descrito na página Localizar a chave do produto (Product Key) para o SQL Server Reporting Services.

Na edição Express, pacote Advanced Services, continua disponível versão simplificada do Reporting Services, sem necessidade de licenciamento adicional.

Licenciamento Management Studio (SSMS)

O SQL Server Management Studio (SSMS) é a ferramenta para consultar, criar e gerenciar os bancos de dados e data warehouses. Até a versão 2014 do SQL Server ele fazia parte do pacote do SQL Server mas a partir de 2016 passou a ter desenvolvimento e distribuição à parte.

Os termos de licenciamento do Management Studio estão no documento SQL Server Management Studio – License Terms.

Licenciamento Azure Data Studio

O Azure Data Studio é a ferramenta multiplataforma da Microsoft para consultar, criar e gerenciar os bancos de dados e data warehouses, tendo versões para Windows, Mac e GNU/Linux.

O Azure Data Studio possui licenciamento de código fonte aberto (open source) mas não é software livre, pois consta na documentação que “…mas não para redistribuí-lo”, o que é contrário à definição de software livre, que informa que um programa é software livre se os usuários possuem as quatro liberdades essenciais:

  1. para executar o programa;
  2. para estudar e mudar o código fonte do programa;
  3. para redistribuir cópias exatas; e
  4. para distribuir versões modificadas.

Outros documentos relacionados

Licensing Microsoft server products for use in virtual environments
An overview of use rights for Microsoft server products in virtual environments.
December, 2017

Introduction to Per Core Licensing and Basic Definitions
The purpose of this brief is to provide definitions of key terms related to server licensing and introduce the basics of the different Per Core licensing models for key Microsoft products and software.
April, 2017

Downgrade rights for Microsoft Commercial Licensing, OEM, and full-package product licenses
September 2017

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora