“Learn T-SQL Querying” – primeiras impressões

learn t-sql queryingEm maio de 2019 foi publicado o livro “Learn T-SQL Querying”. Pensei: mais um… Entretanto, ao tomar conhecimento dos nomes dos autores percebi que esse não seria um livro qualquer sobre t-sql pois foi escrito por Pedro Lopes e Pam Lahoud, que trabalham no grupo de desenvolvimento do SQL Server, na Microsoft. Com certeza que de SQL Server eles entendem!
Continue Lendo ““Learn T-SQL Querying” – primeiras impressões”

Ative o modo turbo nas funções de janela

No processo de melhora no desempenho de motores de automóveis uma das opções é acrescentar turbina que force a entrada de mais ar para as câmaras de combustão; é o turbocompressor. A partir do SQL Server 2016 é possível “instalar uma turbina”, melhorando o desempenho das funções de janela. clique aqui para acionar o modo turbo!

Otimização de funções de janela

A partir do SQL Server 2012 novas funções de janela foram implementadas, várias delas permitindo construir códigos SQL mais eficientes. Mas mesmo assim é necessário ficar atento a como otimizar o processamento das funções de janela e este artigo detalha algumas técnicas.
clique aqui para abrir as janelas

Índice de cobertura (covering index)

Em vários artigos na web e na documentação do SQL Server são fornecidas dicas de como criar índices para atender às junções definidas na cláusula “FROM/ON” ou ainda aos predicados da cláusula WHERE. Mas o que nem sempre esses textos explicam é sobre os critérios que o otimizador de consultas (query optimizer, vide artigo O Plano Perfeito) utiliza para que um índice seja escolhido ao criar o plano de execução da consulta. clique aqui para ir até a cobertura

“SQL Server 2017 Query Performance Tuning” – impressões iniciais

p038_capa livro PerformanceMeu foco no SQL Server é a parte de programação T-SQL e em como construir códigos T-SQL otimizados. E, é claro, como otimizar códigos T-SQL existentes, o que me fez adquirir o livro “SQL Server 2017 Query Performance Tuning” após ler sobre o conteúdo dele. E também por causa do autor do livro.

Comprei a versão e-book desse livro no final de 2019 mas raramente o consultei. Não foi falta de interesse mas sim perda de foco de minha parte. Agora, de volta aos trilhos, resolvo ler o livro de cabo a rabo.

O livro aborda várias partes do processo de ajuste no desempenho (tuning), como índices, estatísticas, bloqueios, deadlock, parameter sniffing, query store , extended events etc.
Clique aqui para conhecer o conteúdo do livro

Configuração do banco de dados tempDB

Algumas vezes respondi a perguntas em que o assunto era lentidão nas consultas do SQL Server, a relação dessa lentidão com o banco de dados tempDB, e como definir a quantidade de arquivos que devem ser criados para o tempDB. Certa vez me deparei com alguém afirmando que “… o limite máximo reconhecido pelo SQL Server é de 8 arquivos”:

p035_limite_8_arquivos_tempdb

Será que a afirmação (sublinhada na imagem acima) está correta?   😐 Clique aqui seguir o lado luminoso da Força!

Como melhorar a performance do banco de dados ao ajustar o nível de compatibilidade

– “O servidor novo é muito mais potente do que o antigo mas o banco de dados está lento!”, reclama fulano.

– “Você alterou o nível de compatibilidade?”, pergunta cicrano.

Você já presenciou esse diálogo alguma vez, principalmente após uma migração de versão antiga para versão mais recente do SQL Server? clique aqui para acessar os níveis!

Qual é mais rápido: CASE, CHOOSE ou IIF?

E novamente mais um artigo da série “Qual é mais rápido”, com tira-teima entre diferentes casos do SQL Server. Às vezes me deparo com respostas de tópicos de fóruns em que determinado usuário cita que IIF() é ruim e sugerindo que se deve utilizar o CASE no lugar de IIF(). É assim mesmo? 😕 Continue Lendo “Qual é mais rápido: CASE, CHOOSE ou IIF?”

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora